Entenda a cobrança de bagagem e o que poderá mudar

O blog EU NO MUNDO traz uma rápida explicação da notícia que estourou hoje nas mídias: A possível liberação de cobrança por companhias aéreas por transporte de bagagem e as novas regras.A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) divulgou que no Brasil o setor registrou o 15º mês consecutivo de retração.

Na verdade, o assunto não é tão novo assim, em Maio deste ano, houve uma audiência pública para tratar dessa e de outras mudanças que poderão ocorrer na aviação doméstica e internacional. Além desta medida, podem também ser votadas até o dia 13 de Dezembro a isenção do pagamento de taxas para voos cancelados com até 24 horas de antecedência e o pagamento imediato de multa em caso de bagagens extraviadas. Essas mudanças, se aprovadas, servirão como forma de tentar estancar o déficit do ramo.

Mas voltando àquela que tem sido a mais comentada, atualmente a regra é: O passageiro de voo doméstico pode transportar uma mala de mão de até 5kg e despachar outra com até 23kg sem cobranças adicionais. Já para voos internacionais, podem ser despachadas com gratuidade até 2 malas de 32 kg cada uma.

A ANAC informou que em pesquisa realizada, foi apontado que o brasileiro carrega em média em voos nacionais 12kg, ou seja, inicialmente não seria um problema grande a adaptação.

Mas como ficaria então?

Com a aprovação o limite passaria para uma mala de mão de 10kg ao invés de 5 kg e para o voos internacionais a pesagem passaria para duas malas de 23kg inicialmente e a partir de 1º de Outubro de 2018 uma mala de 23kg somente.

Isso é bom ou ruim?

Depende do prisma pelo qual é vista a situação. Pois, as empresas que operam no estilo low cost (baixo custo) poderão flexibilizar sua tarifas, assim como é feito na União Europeia, África do Sul, China e Estados Unidos. Ou seja, o voo poderá ser mais barato para aqueles que viajarem sem bagagem despachada.

Agora que já entendemos um pouco mais das possíveis mudanças, só nos resta aguardar até a próxima semana para sabermos como ficarão nossas próximas viagens.

Então, até a próxima…

Veja também:

Senado veta a nova regra das bagagens, texto segue para Câmara

Veja como ficou o transporte de bagagens.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s