Vamos de falar de visto Canadense e a isenção dele para brasileiros?

Mesmo com a notícia de que brasileiros não precisarão mais de visto para a entrada no Canadá, não será tão fácil assim, pois a medida pede alguns requisitos que precisam ser atendidos.

Primeiramente, vamos as novidades. Desde o ano passado, o departamento de imigração Canadense liberou a notícia de que brasileiros não precisarião mais de visto para visitar o país em algumas ocasiões, contudo essa notícia já tinha sido divulgada antes e foi revogada, porém ao que tudo indica, dessa vez a coisa acontece, pois a validade já passa a ser dia 01 de Maio desse ano de 2017. Continuar lendo

Anúncios

Você conhece o site 123 Milhas?Ele pode te ajudar na próxima compra de passagens aéreas.

[post não patrocinado]

O Eu no Mundo traz hoje mais informações sobre o site 123 Milhas e como ele opera.

Basicamente, o site é um intermediador na compra de passagens aéreas entre a companhia e o passageiro. Contudo, a empresa possui um banco de milhagens que possibilita acesso a valores mais baixos na hora da compra.

Vender milhas é ilegal? 

Esse questionamento é um tanto quanto recorrente, na verdade a lei brasileira não versa sobre a venda de milhas, entretanto, as companhias aéreas, em seus contratos tentam de certa forma impedir que esse tipo de transação seja feito pois eles deixam de lucrar.

Entenda o raciocínio: Para ganhar milhas você precisa ajuntar pontos no seu cartão de crédito, no mínimo 15.000, para poder trocá-los por milhas. Ou, viajar com alguma companhia aérea estando cadastrado no programa de fidelidade deles.

Porém, esses pontos de cartão de crédito e milhas, possuem uma certa validade, que varia de cartão/cia aérea. Considerando que para que você consiga utilizar suas milhas para a compra de uma passagem aérea , você precisa ter uma quantidade razoavelmente boa, fica complicado conseguir, haja vista que ao mesmo tempo que você acumula, elas expiram também. Viu como as empresas aéreas lucram?

Algumas empresas “compram” essas milhagens e fazem um “estoque” delas, para assim conseguirem utilizá-las nas suas transações.

Mas como o foco deste post é explicar o mecanismo da compra de passagens e não a comercialização das milhas, vamos seguir em frente.

Mas como é feita a compra de passagem pelo site?

No caso do site 123 Milhas, ao pesquisar um destino, eles fazem essa busca nas plataformas das empresas aéreas e verificam com milhas quais seriam os valores. O legal do site é que eles te apontam quanto você está economizando.

Fizemos a simulação de um voo direto saindo de Guarulhos para Nova Iorque no dia 01/03/2017 com retorno em 08/03/2017 (pesquisa realizada dia 12/02/2017):

123 milhas: R$ 1.525,42

TAM: O valor mais baixo que achamos foi de R$ 2.289,89

Diferença: R$ 764,47 (a mesma que mostra no site)

Cancelamentos de passagens:

O cancelamento é direito do consumidor, entretanto, as empresas podem e normalmente tarifam o cancelamento. Dessa forma, o site informa que essas eventuais taxas são repassadas ao consumidor. O que já aconteceria se você comprasse direto com a cia aérea.

Pagamento

A 123 Milhas informa que quando o passageiro efetua a compra, o cartão de crédito faz uma pré-aprovação da transação, somente quando ocorre a emissão do localizador é que a empresa conclui a compra e o débito ocorre de fato.

Eles fazem isso, pois a compra de passagens pode variar durante o período de consulta e efetivação, podendo sim alterar também o valor.

Quando há alteração no valor, a empresa entra em contato com o cliente informando da alteração, propondo o novo valor, ou sugerindo alguma alteração de data ou horário.

A 123 Milhas também informa que deixa à disposição dos passageiros uma equipe para auxílio durante todo o período, ou seja, da compra até o embarque.

O que vocês acharam dessa dica?

Já viajaram pela 123 Milhas, conte-nos sua experiência.

Se você ainda não curtiu nossa página não deixe para depois. Fique por dentro das novidades. 

Hora de falar de Vistos

Com certeza, todas as vezes que pensamos em viajar seja a trabalho ou lazer, a primeira pergunta que vem a mente sempre é: “Será que preciso de visto?”. Por isso, esse será o assunto de hoje.

A obrigatoriedade de vistos para a entrada em determinados países muitas vezes acaba desanimando um pouco, mas não precisa ser assim. Vamos explicar como tirar seu visto Americano de maneira simples.  Continuar lendo